Inteligência artificial e o futuro da tecnologia é tema de palestra

Inteligência artificial e o futuro da tecnologia é tema de palestra

Evento integra ações do Mês da Indústria

A Inteligência Artificial e o futuro da tecnologia foi o tema de palestra realizada na sexta-feira (17), integrando a programação alusiva ao Mês da Indústria, promovida em parceria entre a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) o campus local da Pontifícia Universidade Católica (PUCPR).

Na abertura do evento, o diretor de Indústria da Acit, Diego Bonaldo, ressaltou que o papel da entidade é auxiliar no desenvolvimento das empresas associadas, visando representar e fortalecer o setor industrial de Toledo, estimular o desenvolvimento local e regional. “Empresários e colaboradores precisam estar atentos ao cenário econômico e buscar alternativas para seus negócios. Em busca de melhorias constantes, a Acit, juntamente com seus parceiros, tem realizado palestras de alto nível, para levar informações que auxiliem na adaptação a essa realidade”, frisa.

A palestra foi conduzida por Alexandre Apendino, vice-presidente estatutário da TOTVS, uma multinacional brasileira, a maior empresa de software da América Latina. “A Inteligência Artificial, tema que está em evidência no momento, significa, de forma simples, que é a máquina aprendendo a pensar e reagir igual ao ser humano”, explica.

Segundo Apendino, a empresa tem software proprietário, o que é um diferencial, não depende de tecnologias internacionais, e tem como objetivo democratizar o acesso a soluções de inteligência artificial para a empresa brasileira, tanto para o varejo, a indústria, setor de saúde e educacional, entre outros. “A Inteligência Artificial pode proporcionar inúmeras vantagens às empresas; elas podem ganhar em produtividade, em informações adicionais para o dia a dia operacional”, salienta.

Vários casos em que a tecnologia tem auxiliado os mais variados segmentos foram citados. “Temos, como exemplo, casos em que a indústria vai saber se vai perder clientes com antecipação de seis meses, pois a tecnologia usa os algoritmos, podendo rastrear e entender o comportamento do clientes”, aponta o palestrante.

A evolução do poder computacional hoje permite que a tecnologia faça o que o ser humano faz, e até melhor então, o melhor caminho é ficar antenado com as mudanças que vão ocorrer nos negócios e no mercado de trabalho. “Tudo o que é novo nos assusta, tira da zona de conforto, por isso, para empresários e profissionais de maneira geral, a melhor coisa é saber o que está ocorrendo e evoluir junto, não tem alternativa, e isso vai crescer muito”, ressalta Apendino.

GALERIA DE IMAGENS

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.