Toledo teve mobilização em apoio às “10 Medidas contra a Corrupção”

Toledo teve mobilização em apoio às “10 Medidas contra a Corrupção”

Para manifestar apoio às “10 Medidas contra a Corrupção”, que teve seu texto alterado e aprovado pela Câmara Federal, no último dia 30 de novembro, cidades de todo o Brasil mobilizaram-se no domingo (04). Em Toledo, o encontro aconteceu na quadra esportiva do Parque Ecológico Diva Paim Barth.

O ato, que teve por objetivo demonstrar indignação quanto ao projeto que teve pontos importantes excluídos pela Casa Legislativa, contou com o apoio do Observatório Social de Toledo (OST), Ministério Público, Poder Judiciário, Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) e Sociedade Organizada.

Os cidadãos compareceram ao local, vestindo as cores verde, amarelo e branco. Além disso, a grande maioria levou a bandeira do Brasil, tornando evidente o patriotismo e o anseio por mudanças.

O presidente do Observatório Social de Toledo (OST), Cleber Lindino, reforça que o objetivo da mobilização, que aconteceu simultaneamente em todo o país, é chamar a atenção dos parlamentares. “Queremos resgatar o texto original das 10 Medidas, de acordo com o que foi votado na comissão especial da Câmara; medidas essas trabalhadas e acertadas com a população, onde tivemos mais de dois milhões de assinaturas colhidas. Das 10, sete foram mudadas completamente e não podemos deixar isso seguir em frente. A situação deve ser revertida”, explica.

Para o presidente da Acit, Flávio Furlan, o momento de indignação é um marco histórico. “A sociedade tem se conscientizado da necessidade das mobilizações, efetivamente o povo está cumprindo com seu papel, de cobrar e fiscalizar. Entendemos que precisamos fazer parte desse movimento em apoio às 10 Medidas contra a Corrupção; não vamos e nem devemos concordar com essa afronta a inteligência do povo brasileiro”, frisa.

O diretor de Relações Institucionais da Acit, Jefferson Paulo Martins ressalta sua insatisfação, junto com a população de Toledo e de todo o país. “Em nosso município foram recolhidas cerca de 15 mil assinaturas em favor do projeto das 10 Medidas, sendo a cidade que proporcionalmente ao número de habitantes, recolheu o maior número de apoiadores. Com isso, nos sentimos frustrados, depois de todo o esforço que fizemos; porém nada vai nos deter. Vamos continuar trabalhando em prol da população e contra a corrupção”, pontua.

Mudanças nas “10 Medidas contra a Corrupção”

O projeto que teve seu texto alterado e aprovado, pela Câmara Federal, teve pontos importantes excluídos pela Casa Legislativa, como tornar típico o crime de enriquecimento ilícito, as mudanças na prescrição de crimes e a facilitação do confisco de bens oriundos de corrupção, o que significa um retrocesso na luta por um país limpo. 

Além disso, foram incluídas no texto aprovado, diversas emendas que beneficiam agentes corruptos e inviabilizam o combate à corrupção por parte dos membros do Ministério Público e do Judiciário.

Segundo o promotor de Proteção ao Patrimônio Público de Toledo, Sandres Sponholz, as mudanças são um desrespeito à vontade da população. “Observamos um verdadeiro desvirtuamento da proposta inicial, além disso, o uso do projeto de iniciativa popular para criar novas leis extremamente prejudiciais ao Ministério Público, Poder Judiciário e polícias, a fim de prejudicar as investigações em andamento e futuras investigação que venham a acontecer”, salienta.

Opiniões

A aposentada Inês de Carvalho, que participou da mobilização no parque ecológico, acredita que a iniciativa é positiva.  “É importante irmos as ruas para nos manifestar contra a corrupção. O povo está insatisfeito e precisamos nos mexer para que as mudanças aconteçam”, comenta.

A artista plástica Rose Marie Dall’Oglio considera as mudanças no projeto das 10 Medidas uma traição contra o povo brasileiro. “Lutamos tanto para melhorar o país e no meio do caminho temos que enfrentar essa falta de lealdade dos políticos; não podemos aceitar, devemos ir à luta para que o Brasil de fato mude. A participação de todos é muito importante nas mobilizações contra a corrupção e a favor de um país justo”, conclui.

A campanha das “10 Medidas contra a Corrupção” foi criada pela força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e recebeu o apoio do Ministério Público Federal em todo o país.

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.