Programa Compra Toledo é lançado na Acit

Programa Compra Toledo é lançado na Acit

Impulsionar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas, por meio de um processo permanente de mapeamento, capacitação e negociação com compradores e fornecedores de compras governamentais e públicas.

Este é o objetivo do programa Compra Toledo, lançado em evento que reuniu autoridades, lideranças empresariais, representantes de instituições públicas e parceiros, na Associação Comercial e Empresarial de Toledo, na manhã de quarta-feira (23).

Está é uma das ações do planejamento estratégico do Comitê Gestor de Toledo da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que vem sendo preparada há alguns meses, e tem como parceiros o Sebrae/ PR, Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap), Prefeitura de Toledo e Acit.

O programa é uma forma de colocar em prática o tratamento diferenciado para os pequenos negócios, previsto na Lei Geral das MPE, explica o coordenador de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial no Sebrae/PR, Marcelo Padilha. “O programa traz condições de aplicar na prática a preparação dos fornecedores para atender as instituições que fazem compras públicas.”

Além disso, possibilita quebrar paradigmas em relação às dificuldades e questões burocráticas para que as instituições públicas possam olhar de maneira diferente para os pequenos negócios, de modo que sejam favorecidos e, consequentemente, os recursos das compras públicas possam ficar e desenvolver a economia local.

Conforme o presidente da Acit, Edson Carollo, o programa tem grande importância para o fortalecimento dos pequenos negócios e do desenvolvimento do município e por isso a entidade tem contribuído para a formatação e realização, junto com outros parceiros. “Apesar de a lei existir há algum tempo, as micro e pequenas empresas não sabiam exatamente como participar dos processos, enquanto, de outro lado, instituições compradoras também não tinham clareza sobre como proceder. E agora teremos a capacitação para que possa haver essa interação”, comenta.

Para o prefeito Luis Adalberto Beto Lunitti Pagnussatt, esta ação possibilitará valorizar micro e pequenos empresários e cria um mecanismo de retroalimentação da economia local. “O gestor público está preocupado em atender o Tribunal de Contas e precisa conduzir estes processos de compra de forma clara e objetiva. Temos desafios a superar nestas questões, vamos colocar nossas dificuldades e com certeza os resultados serão positivos”, afirmou.

Conforme o prefeito, 70% das compras efetuadas pelo município são feitas em pequenas empresas, contudo, a maioria não é da cidade. “Esperamos que a partir disso possamos comprar o maior volume possível de micro e pequenas empresas de Toledo”, disse.

Potencial

De acordo com comitê do Comitê Gestor de Toledo da Lei Geral da MPE, constituído e atuante em Toledo desde 2009, um mapeamento feito no município mostra que 20 instituições compram de forma pública no município. A maior delas é a prefeitura. A lista inclui a Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdur), Unioeste, Nucleo Regional de Educação, Sanepar, Adapar, Sesc, Senai,Sesi, Emater, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e outras.

O lançamento do Programa Compra Toledo marca a pactuação dos parceiros para uma ação que deverá ser permanente. “Um dos pontos críticos do programa era a adesão das instituições compradoras. Ainda temos que buscar a interação e capacitação dos envolvidos e a resposta dos pequenos empreendedores”, resalta o consultor do Sebrae, Alan Debus.

O cronograma de implantação do programa terá a segunda etapa com a realização de capacitação para empreendedores, em duas turmas, nos dias 19 a 21 de novembro, e a segunda, no período de 25 a 27. O curso vai capacitar micro e pequenas empresas sobre como fornecer para a administração pública sem riscos. “O custo é acessível, R$ 40,00, tendo em vista que o programa é subsidiado, para fomentar a participação”, explica Alan.

O segundo momento prevê a capacitação em compras públicas para instituições compradoras visando aplicar os mecanismos em benefício das micro e pequenas empresas. O treinamento está agendado para os dias 26 a 28 de novembro.

“O objetivo é capacitar as equipes de compradores e o desafio é que as empresas e instituições possam liberar seus funcionários para participar”.

Por fim, está programado o Encontro de Negócios, no dia 4 de dezembro, em que haverá palestras, com início no período da manhã, seguido de rodada de negócios para que os empreendedores possam falar diretamente com as principais instituições públicas de Toledo. “O evento proporcionará grande interação entre empreendedores e instituições. Eles poderão tirar dúvidas com as 20 empresas, as quais poderão mostrar editais, volume de compras, principais produtos”, explica Alan.

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.