Posse festiva da Acit: foco no planejamento estratégico e ampliação dos serviços

Posse festiva da Acit: foco no planejamento estratégico e ampliação dos serviços

 

Executar o planejamento estratégico, atender as demandas que surgem ao longo do período, ampliar o serviço de intermediação de empregos junto às empresas, implantar um escritório de gerenciamento de compras públicas, ampliar as campanhas promocionais, instruir e incentivar o processo de exportação junto aos associados.

Estas são algumas das propostas elencadas pelo empresário Luiz Eduardo Guaraná, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), na posse festiva da diretoria e conselhos da gestão 2014-2015.

Realizado na noite de sexta-feira (11), no Olinda Park Hotel, o evento reuniu mais de 500 pessoas, entre elas, autoridades do município, lideranças regionais e locais, representantes de associações comerciais de cidades da microrregião, empresários e outros convidados.

Conforme Guaraná, os resultados positivos da entidade são fruto de um trabalho planejado, desenvolvido ao longo dos anos, pelas sucessivas diretorias. “As pessoas me perguntam qual será a marca da gestão e digo que é a continuidade das ações, com base no planejamento estratégico, sem ter a necessidade de deixar uma marca própria. Ela é criada naturalmente, na medida em que surgem as demandas. Assim é a Acit e penso que esta seja uma das razões do sucesso”, destaca.

Associativismo

No pronunciamento feito durante a posse, Guaraná salientou que a entidade é uma das entidades modelo do sistema associativista e congrega aproximadamente 43% das empresas ativas no município, enquanto a média nacional é de cerca de 15%. “Contamos com 2.750 associados, com objetivo comum de fortalecer micro e pequenas empresas, que são mais de 90% dos filiados. Individualmente somos pequenos, mas juntos somos fortes.”

Para ele, o associativismo ajuda a tornar o país melhor para se viver, tendo em vista que busca e luta por soluções coletivas e não individuais. “Me empolgo com o associativismo e cooperativismo e um dos anseios é disseminar ainda mais esta filosofia em nossa cidade, para o desenvolvimento econômico e social como um todo”, diz.

Representatividade

O presidente da Acit relatou também a participação da entidade em congresso realizado em Brasília, pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), no início deste mês, ocasião em que participou de discussões acerca de mudanças na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. “Uma das questões diz respeito à substituição tributária, sistema em que governos estaduais, em atitude irresponsável, retira direitos que levaram anos para serem conquistados, de ter o ICMS menos pesado. O sistema penaliza o micro e pequeno empresário, que não pode pagar a conta dos sucessivos aumentos da carga tributária”, frisa.

Lideranças

O presidente da Caciopar, Mario César Costenaro, destacou durante o evento a luta da Acit em favor das bandeiras do crescimento econômico e as conquistas que a tornaram uma entidade de referência. “A Acit tem o respeito pelo trabalho realizado e a perspectiva de futuro promissor, face ao comprometimento com o empresariado e comunidade e o planejamento que se renova a cada gestão.”

Costenaro enfatizou o papel fundamental das entidades associativistas para a construção conjunta do desenvolvimento regional, com o fortalecimento do protagonismo, e desejou sucesso à nova diretoria. “A responsabilidade é enorme, e compartilho com vocês os desafios das lutas, focados no desenvolvimento da cidade e da região, na construção de qualidade de vida digno aos cidadãos.”

O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap), Rainer Zielasko, também enfatizou a importância do associativismo, que pode transformar comunidades por meio de ações conjuntas.

Referiu-se também a intervenções realizadas em Brasília, semana passada, quando teve oportunidade de defender direitos das pequenas empresas, na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, que apreciou projeto que modifica a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. “A lei modifica o Super Simples, que simplifica a burocracia para as empresas e significa também a retirada da substituição tributária da micro e pequena empresa.” O projeto irá a votação no próximo dia 29.

Desenvolvimento local

O prefeito de Toledo Luis Adalberto Beto Lunitti Pagnussatt, igualmente enalteceu a importância da Acit, que ao longo de sua história contribuiu de forma decisiva para o desenvolvimento de Toledo. “O papel da Acit tem sido fundamental e procuramos manter o diálogo firme, determinado e permanente com seus representantes, para trazer cada vez mais avanços para o município.”

Destacou que considera obrigação como gestor público o fortalecimento de entidades representativas do setor produtivo e que a gestão tem visão empreendedora.

Mencionou, como um dos exemplos, a aprovação de projeto de lei de incentivo ao setor industrial, que possibilitará a ampliação de empresas já estabelecidas no município e fomentará novos investimentos. Citou também a criação de dois novos parques industriais, que serão implantados ainda este ano, um terceiro, em 15 meses, e a revisão do processo de incubadoras de empresas. “Consideramos a lei um marco importante para o município, que possibilitará a inovação, a geração de riquezas, emprego e mais renda.”

Também salientaram a importância do trabalho da Acit e parabenizaram as diretorias anteriores e a atual, os deputados estaduais Duílio Genari e Elton Welter, o deputado federal Dilceu Sperafico e o presidente da Câmara de Vereadores, Adriano Remonti.

Cojem

O evento marcou também a posse oficial do novo presidente do Conselho do Jovem Empreendedor, Michel Becker, junto com os jovens conselheiros.

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.