Núcleo de Inovação de Toledo confirma realização do Pig Data

Núcleo de Inovação de Toledo confirma realização do Pig Data

O Núcleo Setorial de Inovação, vinculado à Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), confirmou a realização da segunda edição do Pig Data, que deverá reunir o ecossistema de inovação e tecnologia da informação de Toledo e região, nos dias 18, 19 e 20 de setembro.

O evento será em parceria com o Biopark (Parque Científico e Tecnológico de Biociências) que o sediará, com apoio da Acit, Iguassu-IT e Sebrae/PR.

Os preparativos foram discutidos na quarta-feira (10), em reunião com integrantes do Núcleo Setorial, do Biopark e Sebrae. A proposta é colocar o segmento em evidência e mostrar à sociedade o potencial para gerar empregos e fomentar as empresas. “O segmento de TI oferece grande número de oportunidades de trabalho, contudo, temos falta de pessoal e as universidades têm dificuldades para fechar turmas de alunos. Por isso, um dos objetivos é incentivar os jovens a ingressarem na área e despertar para esse potencial”, explica o coordenador do Núcleo de Inovação, Márcio Pinheiro.

Além disso, o segmento apresenta elevados índices de crescimento. “A Tecnologia da Informação permeia todos os negócios, está presente em todas as empresas. No cenário atual, não tem como uma empresa funcionar sem tecnologia e é preciso preparar mais pessoas para atuar no setor”, complementa o coordenador.

O Pig Data contará com cursos, palestras, desafio de robôs e hackathon. A programação será definida nas próximas semanas. Segundo Márcio, a expectativa é positiva. “Faremos um evento mais robusto do que o primeiro, utilizando a estrutura do Biopark, que estará apoiando como parceiro. O espaço será maior, até para acomodar as equipes que participarão do hackathon. Planejamos uma boa premiação e acreditamos que terá muito boa adesão”, reforça Márcio.

Parceria do Biopark no Pig Data

De acordo com o gerente de Negócios e Marketing do Biopark, Paulo Victor Almeida, a iniciativa está de acordo com o planejamento estratégico do parque científico e tecnológico. “Tivemos participação na primeira edição, por meio do presidente Biopark e idealizador do projeto, Luiz Donaduzzi, e acreditamos que este será o momento de amadurecer e evoluir ainda mais a nossa parceria. Vemos uma agregação muito forte de valor na proposta do Pig Data com nossos propósitos”, frisa.

Paulo ressalta que o principal fator que os motiva nesta parceria são a demandas existentes na área de tecnologia, devido a transversalidade em todos os setores. “Todas as empresas têm essas necessidades e as próprias empresas de TI que prestam esse serviço e fornecem hardware como um todo, têm uma necessidade extrema de formação de mão de obra, com capacidade de crescimento fora dos padrões tradicionais que vemos no mercado”, comenta.

A expectativa é positiva. “Esperemos que a comunidade abrace a iniciativa da mesma forma, tendo em vista que será uma oportunidade para oxigenar e buscar competências fora dos padrões que estamos acostumados”, comenta Paulo Almeida.

GALERIA DE IMAGENS

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.