Núcleo de Idiomas doa bolsas de estudos de inglês

Núcleo de Idiomas doa bolsas de estudos de inglês

Atletas e paratletas, da modalidade de Badminton de Toledo, foram presenteados na tarde de terça-feira (11) com onze bolsas de estudo em inglês das escolas de idiomas nucleadas da Associação Comercial e Empresarial (Acit). Os atletas ganharão o curso completo e todos os materiais necessários.

Segundo a vice-coordenadora do Núcleo de Escolas de Idiomas, Ana Luiza Duffeck Gruber, oferecer as bolsas para os atletas é uma grande satisfação por poder colaborar com um futuro promissor dentro ou fora do esporte. “É uma grande honra para nós como Núcleo, proporcionar essa qualidade de vida e relacionamento fora do país para os nossos atletas. Sem dúvida, um esportista que fala inglês conseguirá ir mais longe e é isso que queremos para as crianças do nosso município, que eles se destaquem lá fora e sejam grandes campeões”, ressalta Ana.

O coordenador do Núcleo, Peter Van Wyk, acredita que o investimento na educação é o melhor que se pode fazer. “Investimos em educação porque o esporte e o ensino precisam andar juntos. Esses atletas nos representam e precisam de apoio, uma parceria como essa é justa. Queremos andar com eles até que realmente saibam se comunicar bem em inglês”, declara o coordenador.

A representante da Escola Fisk, Valéria Przybyszewski, explica como surgiu a ideia. “A secretária de esportes, Marli Gonçalves, me procurou pedindo a doação de quatro bolsas para os paratletas de Badminton, pela necessidade de se comunicar quando fossem para fora do país. Sabia que quatro bolsas seria custoso e só poderia fornecer uma e fiquei inconformada. Em uma das reuniões do Núcleo pedi apoio. Fiquei surpresa com a reação, porque todos adoraram a ideia e cada um quis adotar um atleta”, conta.

Reconhecimento

Além da bolsa, os alunos e também o técnico do time de Parabadminton, Fábio Bento, ganharam uma camiseta da escola em que estudarão. “Essa iniciativa é muito importante, porque acima de tudo queremos formar cidadãos. Esses atletas participam de competições internacionais e precisam se comunicar em inglês”. O técnico acrescenta que a última experiência fora do país foi dificultada pela falta de fluência no idioma. “Quando fomos para a Alemanha sofremos muito, não entendíamos ninguém, embora alguns arriscassem o alemão. Tenho certeza que agora vamos melhorar. Quero agradecer de coração a todos que abriram portas para nós”.

O paratleta Leonardo Zuffo, 15, foi um dos contemplados. “Estou muito feliz porque essa oportunidade é um reconhecimento para nós que treinamos e batalhamos todo dia. Em futuras viagens não teremos tanta dificuldade em nos comunicar, é será um aprendizado para toda a vida. Tenho certeza que vai ajudar bastante, então vou aproveitar já que nunca fiz um curso antes”.

Bolsas

Dez escolas de idiomas disponibilizaram 11 bolsas de estudos.

Erick Furuuchi (Badminton) – Wizard Escola de Idiomas

Faraeli Galdino Godoi (Badminton) – CNA Escola de Idiomas

Ianca Camila Mendes (Badminton) e Breno Eduardo Johann (Parabadminton) – Planeta Escola de Idiomas e Informática

Leonardo Zuffo (Parabadminton) – Fisk Idiomas

Camila Almeida (Badminton) – Update English Center

Alisson Vasconcellos (Badminton) – Central Cultural Hispano

Simoní Felizardo (Parabadminton) – Yázigi Escola de Idiomas

Cintya Oliveira (Parabadminton) – Athus Escola de Idiomas

Fábio Bento (Técnico Parabadminton) – Speak Escola de Idiomas

Nicoli Pereira (Parabadminton) – CCAA Escola de Idiomas

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.