Inadimplência tem alta em Toledo em março

Inadimplência tem alta em Toledo em março

O número de registros no SPC Brasil referentes Toledo apresentou aumento de 4,78% em março comparado com março de 2014. Este historicamente é um mês que registra pico no número de contas em atraso, principalmente por causa das compras de Natal não pagas e em função de compromissos obrigatórios neste período do ano, como IPTU e IPVA.

Outro fator que explica a alta da inadimplência neste mês é a situação macroeconômica vivida pelo País com a inflação elevada, aumento nos gastos com despesas essenciais como energia elétrica e alta taxa de juros.

1º Trimestre
Mesmo com este aumento em março o número de inclusões no SPC Brasil em Toledo no primeiro trimestre foi 6,85% menor que mesmo período do ano passado. Ainda em 2014 medidas adotadas pelo governo para controle da inflação – a alta dos juros e redução de subsídios – diminuíram o apetite do consumidor por crédito. "As pessoas precisam saber quanto ganham e quanto podem gastar. É fundamental ter um planejamento para evitar entrar na inadimplência", comenta o diretor de Informações Cadastrais, Claudenir Machado.
Metodologia

O indicador de Inadimplência da ACIT tem abrangência nacional e é construído a partir dos dados de empresas associadas a ACIT e ao SPC Brasil.

A ACIT faz parte da BCF que é uma rede de proteção ao crédito gerenciada pela FACIAP (Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná) e conveniada ao SPC Brasil e Serasa Experian. Atualmente 251 municípios e 27 mil estabelecimentos integram a BCF, representando a maior capilaridade em bureau de crédito no Estado.

Informações à imprensa
Claudenir Machado
Diretor de Informações Cadastrais da ACIT
45 8823 0015 claudenir@tecnoaliance.com.br

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.