Em pauta na Acit, projeto da Apac e Campanha Legal 2019

Em pauta na Acit, projeto da Apac e Campanha Legal 2019

A diretoria executiva da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) recebeu representantes da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), na manhã desta quarta-feira (11), durante reunião da entidade, conduzida pelo presidente Marcos Destefeni.

A diretora do Fórum de Toledo, juíza Luciana Lopes do Amaral Beal, acompanhada do recém-eleito presidente da Apac e do ex-presidente, Edson Carollo e Ramassés Mascarello, respectivamente, agradeceram à Acit pelo apoio ao projeto e posicionaram sobre o andamento das obras da sede.

A Apac tem uma metodologia que propõe novos rumos da execução penal no município, por meio da ressocialização dos condenados. A princípio, serão atendidas 40 pessoas.

Conforme a juíza Luciana Lopes do Amaral Beal, uma das grandes incentivadoras do projeto e que hoje acompanha-o apenas como voluntária, cerca de 77% da obra está concluída. Houve alguns atrasos em função de trâmites de repasses de recursos do governo estadual em licitações.

A juíza comentou que a Apac de Toledo é uma das cinco associações deste gênero de todo país indicada como modelo pelo Departamento Penitenciário Nacional e que o Ministério da Justiça ne Segurança Pública tem a intenção de desenvolver o projeto nacionalmente. “A Apac de Toledo é vinculada ao Conselho da Comunidade e tem o diferencial por estar sendo construída por meio de esforços conjuntos da sociedade que se mobilizou em torno da iniciativa. Ao longo do tempo, vamos ver vidas transformadas, tanto das pessoas envolvidas anteriormente com crimes, como também de suas famílias”, assegura.

O empresário Ramassés Mascarello, que durante dois biênios presidiu o Conselho da Comunidade e depois por dois mandatos de dois anos cada presidiu a Apac, desde sua constituição, agradeceu à entidade pelo apoio recebido desde que passou a representar a entidade no Conselho. “Sem esse apoio da Acit, sem a união das instituições e das pessoas da comunidade toledana, não chegaríamos onde estamos. O projeto é de resgate de vidas e a missão é dar oportunidades de transformação. Acreditamos que estas pessoas podem mudar, com trabalho, dedicação e amor”, enfatiza.

O atual presidente da Apac, Edson Carollo, ressalta que o trabalho visa dar oportunidade àqueles que querem mudar de vida, para que possam se reinserir no mercado de trabalho após cumprirem a pena. “É uma chance para se reintegrarem à sociedade e ao mercado de trabalho. Somos muito gratos às pessoas e entidades que se identificam com esta causa e a apoia”, frisa.

Campanha Legal

Ainda na reunião quinzenal, a Acit recebeu o coordenador da Campanha Legal – Pacto pela Cidadania, Lineu Wutzke, e o contador Ivo Destefeni, da Deskon Contabilidade, que ressaltaram a importância da campanha, que está em sua 19ª edição.

Integrante do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Lineu Wutzke destaca que os recursos da Campanha Legal fazem grande diferença para as entidades. “Os recursos arrecadados possibilitam a melhoria contínua nas instituições, na estrutura física, equipamentos e outros investimentos. Nos últimos anos possibilitou também a aplicação em recursos humanos, resultando sempre na qualidade dos programas de atendimento às crianças e adolescentes”, explica.

Podem ser destinados até 6% do Imposto de Renda (IR) das pessoas físicas e 1% de pessoas jurídicas do regime de lucro real, como uma antecipação do valor que seria pago.

Sete entidades não governamentais do município estão devidamente cadastradas para receber os recursos, que vão para um Fundo Municipal e são administrados pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

A emissão dos boletos para destinação deve ser feita até o dia 27 de dezembro. O ideal é que as pessoas procurem a orientação do contador de confiança para que ele faça os cálculos dos valores corretamente.

Toledo Esporte Clube

Na sequência, a diretoria da Acit recebeu também o presidente do Toledo Esporte Clube (TEC), Carlos Alberto Dulaba e o técnico Paulo Baier.

Segundo Dulaba, o TEC vive um momento ímpar e na próxima temporada, além do Campeonato Estadual, disputará a Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro de 2020.

O clube tem a meta de alcançar três mil sócios e lançou os passaportes para o próximo ano. Os valores para as cadeiras cobertas é 12 parcelas de R$ 60,00, enquanto para a arquibancada é de 12 parcelas de R$ 19,90. O dirigente solicitou apoio na divulgação da ação.

GALERIA DE IMAGENS
REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.