Acit reúne empresários e discute demandas do setor industrial

Acit reúne empresários e discute demandas do setor industrial

Para debater sobre o cenário do setor industrial, bem como as demandas e dificuldades, a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), por meio da Diretoria de Indústria, promoveu reunião com empresários do segmento, na manhã de quinta-feira (23).

O encontro contou com a presença do presidente da Acit, Flávio Furlan, da diretora de Indústria, Cleonice Malheiro, do vice-presidente para Assuntos da Indústria da Caciopar, Edson Luiz Carollo, e do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Wolmir Ficagna.

De acordo com a diretora de Indústria, Cleonice Malheiro, a intenção foi reunir os empresários do setor industrial para discutir as necessidades e dificuldades e fazer a aproximação com a administração municipal para levar estas demandas.

Segundo a diretora, o segmento industrial requer atenção e uma política direcionada e a entidade quer colaborar para promover este debate. “Percebemos uma ansiedade muito grande dos empresários e eles estão dispostos a participar de um fórum de debates para levantar o que o setor precisa, elencar objetivos e prioridades em comum. Acreditamos que haverá um grande engajamento para trabalharmos juntos e contribuir para o desenvolvimento do município”, ressalta.

Desafios

Conforme o empresário toledano, Edson Carollo, que já presidiu a Acit e atualmente participa da diretoria da Caciopar nos assuntos relacionados à indústria, este é o setor que mais emprega pessoas e tem sofrido muito com a concorrência, não só no aspecto interno no Brasil, mas também do mercado externo, principalmente nos setores metal-mecânico, máquinas e equipamentos, calçadistas e confecções.

Diante disso, defende que é preciso buscar alternativas para fortalecer o setor industrial para que primeiro consiga sobreviver e depois crescer, para arrecadar mais impostos para o município e gerar novos postos de trabalho, seja por meio de parques industriais com incentivos parciais, ou com atendimento de necessidades de infraestrutura e logística, como por exemplo, para escoamento da produção e recebimento de matéria-prima, para reduzir custos, entre outras.

Segundo Carollo, há uma grande carência de propostas para o setor e as demandas não estão chegando ao poder público e órgãos competentes. “Parabenizo a Acit por retomar os debates com empresários e fazer a ligação com a administração municipal. Temos muitas necessidades e é fundamental que o município estabeleça uma política de médio e longo prazo para as indústrias. Esperamos que os gestores públicos consigam atender as demandas, para o bem do desenvolvimento econômico e social de Toledo”, frisa.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Wolmir Ficagna, apresentou as ações desenvolvidas após ter assumido a pasta, no início deste ano, e se mostrou aberto ao diálogo com os empresários. O próximo encontro será agendado para o final de julho.

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.