Acit, OST e entidades da sociedade organizada fazem rodada de negociações na Câmara

Acit, OST e entidades da sociedade organizada fazem rodada de negociações na Câmara

Representantes da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), do Observatório Social de Toledo (OST), do Sindicato do Comércio Varejista (Sinvar), dos clubes Rotarys e Lions e lojas maçônicas, participaram de encontro na Câmara Municipal, na manhã de sexta-feira (28).

A reunião atendeu à solicitação das entidades, para discutir a proposta de redução nos gastos do Legislativo municipal, levada ao público em carta aberta do OST e à Câmara na última segunda-feira (24).

Além de uma uma breve exposição sobre atuação e gastos da Câmara, todos os representantes das entidades puderam manifestar-se durante o encontro e defender os posicionamentos sobre a questão, bem como o presidente Ademar Dorfschmidt e demais vereadores também expuseram suas opiniões. As entidades formalizaram a proposta para a diminuição das cadeiras do Legislativo de 19 para 13 e a redução de 50% dos subsídios dos parlamentares.

“O Brasil está mudando, a sociedade está atenta quanto às mudanças que precisam ser feitas e em Toledo vivemos um momento histórico. Estamos iniciando um debate que é saudável, para a população e seus representantes políticos. Reconhecemos que a Câmara Municipal é de certa forma econômica, produtiva. Mas precisamos mais e queremos ser exemplo para começarmos aqui a transformação que nosso país precisa”, afirmou a presidente do Observatório Social, Rita Guerro Klein.

Segundo o presidente da Acit, Danilo Gass, a reunião foi produtiva e houve avanços no debate da questão. “Tivemos uma conversa muito boa, respeitosa de ambas as partes, e acreditamos que evoluímos muito na discussão dessa questão. Pelos depoimentos, houve entendimento da parte dos vereadores para fazer uma grande discussão sobre a proposta que visa a redução dos custos do Legislativo e a eficiência da aplicação dos recursos públicos. Alguns já estão mais sensíveis, inclinando-se a favor do projeto”, destacou.

Uma comissão será formada por representantes das entidades e vereadores, para debater a proposta. O presidente da Câmara Ademar Dorfschmidt disse estar disposto a consultar a população, por meio das associações de moradores, escolas, igrejas e outros grupos. “Compreendemos o momento, mas precisamos fazer uma análise melhor.Temos uma Câmara enxuta e econômica, mas se a sociedade entender que precisa diminuir o número de vereadores e subsídios, vamos fazer”, afirmou durante o encontro.

REDES SOCIAIS

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e fique
por dentro de tudo que acontece.