Comitiva de Alagoas conhece Escritório de Compra Toledo (ECT)

4 de outubro de 2017

Mais de três mil quilômetros separam Toledo, no Oeste do Paraná, do estado de Alagoas, situado na região nordeste do país. Distância que não foi empecilho para a visita de uma comitiva do estado que faz divisa com Pernambuco à Associação Comercial e Empresarial de Toledo (ACIT), na quarta-feira (04). Agentes de Desenvolvimento de 26 municípios de Alagoas vieram conhecer o Escritório de Compra Toledo (ECT).

Os visitantes foram recepcionados pelo comitê gestor do ECT, que incluem integrantes da ACIT, Prefeitura Municipal e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) de Toledo.

Na ocasião a comitiva pôde explorar mais sobre o trabalho desenvolvido pelo programa, desde sua implantação, em 2014, forma e estratégia utilizada, que presta serviço de apoio, divulgação, fomento e incentivo à participação das micro e pequenas empresas da cidade nos processos de compras públicas e governamentais.

A gerente de Políticas Públicas do Sebrae Alagoas, Renata Fonseca, revela que o encontro esclareceu diversas dúvidas. “Esse elo entre Sebrae, Prefeitura e Associação Comercial é o que estamos procurando. Temos a intenção de nos apropriar das boas práticas e se implantada, fará grande diferença em nossa região.”

A analista do Sebrae Alagoas, Tatiana Eigler Lima, ressalta que a visita técnica visa incentivar os agentes na transformação em seus municípios. “Viemos conhecer a realidade do programa para que os funcionários das prefeituras de nosso estado levem algo para suas realidades. Vimos o quanto Toledo está avançado, principalmente no controle do que está sendo feito, com dados e estatísticas concretas”, avalia.

Segundo o agente de desenvolvimento de Taquarana, Mário Douglas Santos, a visita à Acit é um motivo a mais pela busca de uma Associação Comercial no município. “Vimos mecanismos que funcionam e podem nos ajudar no processo de compras, caso haja a criação de uma associação. Em nossa região temos grande dificuldade em convencer os comerciantes dos benefícios de vender às prefeituras, porém eles tem receio e não participam das licitações públicas.”

Para o presidente da Acit, Flávio Furlan, a visita de comitivas evidenciam o sucesso do Escritório de Compra Toledo. “Essa troca de informações e experiências faz com que tenhamos esperança para momentos melhores. De fato, o ECT é um orgulho e exemplo do que temos feito para crescer, em termos de economia”, conclui.